Montanha Russa Emocional

Montanha Russa Emocional

PODCAST-  Este é o primeiro episódio no formato podcast do Mundo Interno, um programa que falará sobre as questões emocionais de quem vive, viveu ou viverá fora do país. Eu sou Vanessa Gazetta, psicóloga expatriada no Uruguai, trabalho diariamente com esses temas no consultório e no site Mundo Interno. No programa de hoje, com a participação do Filipe Teixeira e da Letícia Diethelm, falaremos sobre a inconstância de emoções, geralmente iniciada pela euforia dos primeiros meses fora se alternando com as angústias dos novos desafios aparecendo.

Apresentação e entrevista: Vanessa Gazetta

Edição: Gladson Caldas

Arte da vitrine: Bigorna

Feed: http://onomedissoemundo.com/feed/podcast/

Feed específico: http://www.onomedissoemundo.com/podcasts/mundo-interno/feed/

 

— Links —

4 Comentários

  1. Christina Cohn

    Muito bom saber que esses sentimentos são mais normais do que a gente imagina. Estou a 5 meses na Alemanha e no primeiro mês tudo foi maravilhoso, as descobertas, mas daí começou a parte burocrática mesmo, documentos, casa, curso de idiomas, dinheiro e com tudo isso o stress.
    Hoje já consegui resolver 70%, já aluguei a casa, estou estudando alemão, mas não tenho visto de trabalho e o din din está acabando. Tenho que fazer uma prova chamada A1 que é nível básico do alemão para ter a autorização de trabalho, e casa teste custa 95,00 € … Caro.
    Mas eu tive que me acalmar e saber viver um dia de cada vez, fora a saudade do Brasil, de São Paulo.
    Estou escutando todos os podcast e estou gostando muito. Parabéns
    Bjs
    Christina Cohn
    Dusseldorf. DE

    • Oi Christina, me deixa feliz saber que está gostando dos programas e dos textos! Ontem foi ao ar um episódio justamente com uma convidada que mora aí na Alemanha e que também está passando por questões difíceis. Vou te deixar o link, quem sabe você se sinta um pouco de amparada. Um grande abraço.

  2. Simplesmente maravilhoso. Muito obrigado. Eu vou ouvir mais vezes, pois está sendo muito difícil aqui. Ando chorando do nada até dentro do ônibus. Me sinto sozinho. Muito obrigado mesmo pelos podcasts. Não sabia que havia conteúdo assim na internet.

    • Oi Lucas, que bom que você encontrou um pouco de acolhimento nos programas. Estou torcendo para que essa fase difícil de reconstrução, que inevitavelmente traz solidão, passe em breve. Um abraço!

Deixar um comentário